Companhias aéreas

Latam cria rota Fortaleza-Orlando e amplia número de voos para Miami

Após Fortaleza ser escolhida para receber o hub do grupo franco-holandês Air FranceKLM e da parceira da companhia aérea no Brasil, a Gol, a Latam Airlines anunciou na terça-feira (5) uma nova rota partindo da Capital cearense com destino a Orlando, além da ampliação das operações para Miami (EUA). A companhia preferiu não dar mais detalhes sobre data de início da operação ou quantidade de voos, mas deixou claro que Fortaleza receberá o maior volume de investimentos entre todas as cidades nordestinas onde companhia opera.

“Fortaleza será a cidade com o maior número de investimentos, com uma nova rota para Orlando (EUA) e aumento das operações para Miami (EUA). Outras novidades previstas são o lançamento da rota Salvador-Miami e a transformação do voo temporário Salvador-Buenos Aires em operação regular. A companhia planeja ainda ampliar as operações nas
rotas Recife-Miami e Recife-Buenos Aires”, acrescentou a Latam Airlines, em nota enviada à imprensa.

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), os voos ainda não constam em nenhuma das tabelas que abrigam os processos de autorização de voos regulares. A companhia aérea não confirmou se as solicitações de voos já foram realizadas ou informou quando estas foram feitas, mas disse que “mais detalhes sobre todas as novas operações internacionais da Latam no Nordeste brasileiro e o início das vendas de passagens aéreas serão comunicados oportunamente, após a aprovação das autoridades”.

Rapidez

Para o titular da Secretaria do Turismo do Estado do Ceará (Setur), Arialdo Pinho, a implementação dos voos deve acontecer de forma rápida. “As companhias aéreas são muito rápidas. Acho que vai ser rápido, mas a companhia vai dizer quando os voos forem confirmados pela Anac”, destacou.

Os investimentos do Grupo Latam Airlines fazem parte do plano da companhia de operar novos voos próprios internacionais na região Nordeste. Apesar de Fortaleza estar no alvo principal dos aportes da Latam, a empresa informou que os investimentos da companhia não têm relação com o centro de conexões de voos da companhia e que a decisão de implantar um hub no Nordeste do Brasil “segue no plano de investimentos do Grupo Latam Airlines”.

A novidade, bem como a chegada do hub da Air France-KLM e Gol, devem dar novo fôlego ao fluxo de turistas internacionais no Ceará para o ano que vem. O Estado, que recebe, em média, 300 mil passageiros de fora, deve receber incremento de mais 65 mil turistas no ano que vem, segundo o titular da Pasta.

Para o secretário do Desenvolvimento do Estado, Cesar Ribeiro, “o anúncio já era esperado”. “Com a Fraport e o hub Air France-KLM Gol, o Ceará se estabeleceu em um patamar extremamente competitivo”, disse, citando ainda que entre os fatores que contribuem para isso estão “Estado forte, localização e grandes projetos no Ceará”.

Entretanto, Cesar Ribeiro destacou que ainda é cedo para relacionar os investimentos ao hub que a Latam pretende instalar no Nordeste. “Em relação ao hub da Latam, É cedo para comentários”, disse o secretário do Desenvolvimento Econômico.

Pedidos

Levando em consideração os dados da Base de Resultados e Monitoramento de Slots – direito de pousar ou de decolar em um aeroporto – da Anac, uma fonte técnica do setor aéreo disse que “há pedidos de ‘alocação’ para Miami a partir do início de maio e Orlando a partir do início de julho. Esses pedidos sugerem que os voos teriam início nessas datas, com aumento da frequência para Miami e criação de novo voo para Orlando”.

Confirmando-se as datas de slots e horários, o primeiro voo da Latam para Orlando seria realizado em cinco de julho, saindo do Aeroporto Internacional Pinto Martins na quinta, às 02h15. Já o primeiro voo das novas operações entre Fortaleza e Miami pela Latam teria início no dia 1º de maio do ano que vem, saindo de Fortaleza às 14h30.

Impacto

Os executivos da Air France-KLM e Gol discutirão, no próximo dia 12, às 14 horas, no Grand Hotel Stella Maris Urban Resorts & Conventions, em Salvador, os impactos do hub das duas companhias aéreas. O foco do evento serão as novas malhas aéreas das companhias e o impacto do hub da Air France-KLM e Gol em toda a região Nordeste, Norte e também no Centro-Oeste.

Fonte: Diário do Nordeste